Alerta: pacientes com diabetes não estão conseguindo remédio em farmácia da prefeitura
Por Bruno Freittas | Fonte: Tribuna de Petrópoles

Alerta: pacientes com diabetes não estão conseguindo remédio em farmácia da prefeitura

Pacientes com diabetes atendidos pelo SUS estão tendo dificuldades para conseguir remédio controlado, que fazem parte do Remume (Relação Municipal de Medicamentos). Eles relatam que, há três meses, não estão disponíveis as doses de insulina fornecidas pelo Núcleo de Assistência Farmacêutica.

O eletricista Marcos Carneiro, de 34 anos, é um dos pacientes. Ele relata que não tem conseguido usar a medicação de maneira adequada por falta de fornecimento. Marcos conta que possui diabetes desde a adolescência, e que já se acostumou a conviver com a doença de maneira controlada.

Entretanto, as insulinas que ele necessita (Lantus e Nesina, além das agulhas) não são disponibilizadas de maneira gratuita nas farmácias populares comuns, e o preço do remédio para diabetes pode ultrapassar a casa dos R$ 100,00. “Já perdi a conta de quantas vezes precisei desses remédios e fui lá pegar, mas não tinham. A história se repetiu no início do ano, que foi quando estive lá. Infelizmente, não posso ficar sem os remédios. Não tenho condições de comprar sempre, então isso afeta o controle da glicemia”, contou.

Falta de remédio para diabetes

Mesmo sendo uma doença silenciosa, a falta de remédio pode causar ao paciente o desenvolvimento de neuropatia diabética, além de cegueira, amputações e até a morte. Sem o remédio específico para a diabetes, a doença se agrava.

Outro paciente que não quis ser identificado diz que a recomendação do setor é voltar com frequência ao núcleo: “Eles falam que eu tenho que ficar indo lá frequentemente para ver se chegou, porque não sabem quando vai chegar. Não sou só eu que reclamo. Isso está acontecendo com todos os diabéticos que precisam dos remédios, porque há muito tempo lá não está nos fornecendo. O Nesina não está tendo praticamente o ano inteiro; a insulina que está em falta há três meses; a tiras também chegaram a faltar durante uns quatro meses. Também nunca disponibilizam as lancetas.”, relatou.

Questionada, a prefeitura em questão – Petrópoles – informou que as lancetas foram recebidas na última sexta-feira, juntamente com as fitas, e foram encaminhadas aos Polos e Farmácias Ambulatoriais. A Secretaria de Saúde afirmou ainda que está aguardando a entrega das insulinas Lantus e Nesina pela empresa vencedora da licitação.

O órgão não esclareceu quais foram os problemas no repasse que atrasaram o fornecimento.

Exija seu tratamento gratuito

Se você precisa de ajuda para remédio ou para iniciar um tratamento gratuito para diabetes, mas não tem como pagar e encontra problemas com o SUS ou com seu plano de saúde, você precisa exigir pelo seu direito na Justiça, afinal, a Constituição Federal garante a todos os cidadãos o direito amplo e integral à saúde.

Como podemos ajudar diante disso? Você nos conta por que está com dificuldades em conseguir o tratamento de saúde e rapidamente analisamos as informações. Nossa especialista irá entrar com um pedido pelo seu tratamento e, assim que tiver resposta, ela irá avisar sobre o resultado da ação. Possivelmente você receberá o tratamento que precisa!

Essa é a nossa atividade: fazer com que você tenha acesso à saúde que precisa.

Nós vamos te ajudar! Peça seu medicamento aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *