Agosto Laranja: um alerta aos riscos da Esclerose Múltipla
Por Da Redação | Fonte: Smith Martins Adv

Agosto Laranja: um alerta aos riscos da Esclerose Múltipla

O Agosto Laranja chama a atenção para a importância do Dia Nacional de Conscientização sobre a Esclerose Múltipla. Lembrada no dia 30 deste mês, a data busca aumentar a visibilidade para os desafios enfrentados por quem tem a doença. Ainda sem cura e com preço alto de remédios, Esclerose Múltipla pode causar fadiga, perda de força, alterações na coordenação motora e de equilíbrio, distúrbios visuais e disfunções do intestino e da bexiga.

A doença afeta normalmente adultos entre 18 e 55 anos de idade. Além disso, é duas a três vezes mais frequentes em mulheres.

No Brasil, estima-se que aproximadamente 35 mil pessoas convivem com a doença, sendo que aproximadamente 15 mil estão em tratamento atualmente pelo SUS que, ao todo, oferta 44 procedimentos (clínicos e de reabilitação) para a doença, de forma integral e gratuita.

Remédios contra esclerose múltipla estão em falta na rede pública de SP

Desde junho, medicamentos de alto custo usados no tratamento contra esclerose múltipla estão em falta na rede pública de saúde de São Paulo. A doença não tem cura, mas o tratamento é necessário para que o paciente possa controlar os sintomas, para que não evoluam para algo irreversível.

Mesmo com o Agosto Laranja, pacientes tentam há dias conseguir o acetato de glatirâmer, um dos principais medicamentos contra a doença, que chega a custar R$8 mil reais para o tratamento de 30 dias.

Você também tem direito ao tratamento

Você sabia que a Constituição Federal garante a todos os cidadãos o direito amplo e integral à saúde?

Portanto, qualquer recusa ou omissão do Poder Público, aos necessitados, quanto ao fornecimento de tratamento ou medicamento imprescindível à vida (ou qualidade de saúde) caracteriza um ato ofensivo ao seu direito à SAÚDE e à VIDA, bem como desrespeito aos PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA E DA SOLIDARIEDADE.

Se você precisa de um medicamento, seja ou não de alto custo, ou um tratamento necessário à sua vida ou boa qualidade de saúde,  e não tem como arcar com os gastos, nós da Smith Martins Advocacia podemos lhe ajudar a entrar com uma ação judicial pelo direito ao acesso integral à saúde.

Precisa de remédios para Esclerose Múltipla? Atendemos pacientes que não conseguiram acesso a medicamentos ou tratamentos pelo SUS (Sistema Único de Saúde), e também atuamos em defesa daqueles que têm problemas relacionados a planos de saúde. O cadastro em nosso site é simples e gratuito. Saiba mais clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *